29 de maio de 2012

PROFESSORES E PATRÕES NÃO FECHAM ACORDO NA REDE PARTICULAR

Não houve acordo entre integrantes do Sindicato dos Professores da Bahia (Sinpro-BA), que representa docentes da rede particular de Salvador, e representantes do Sindicato dos Estabelecimentos de Ensino do Estado da Bahia (Sinepe-BA), na reunião realizada nesta segunda-feira, na sede da entidade patronal. Foram discutidas 58 reivindicações da categoria, que incluem melhorias na assistência de saúde, segurança e melhores condições de trabalho, além do aumento de 10% no ganho real, mais 4,88% de correção da inflação pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor (INPC). “Infelizmente, não houve avanços”, revelou Allyson Mustafá, um dos diretores do Sinpro-BA. Os resultados do encontro serão examinados pela categoria em uma assembleia marcada para as 8h de hoje, no Teatro Jorge Amado, na Pituba, onde serão definidos os rumos do movimento. “Na prática, nós já estamos paralisados, mas a decisão sai da assembléia" disse Mustafá. 

Fonte: A Tarde

Nenhum comentário: